Info

    Inês Amaral. Lisboa & Coimbra, Portugal

    [pt.] Professora Auxiliar @ UAL e ISMT. Investigadora em Ciências da Comunicação @ CECS - UMinho.
    UAL: Coordenadora Científica do Departamento de Ciências da Comunicação e Coordenadora da plataforma multimédia UALMedia
    ISMT: Coordenadora Científica da Licenciatura em Multimédia, Co-coordenadora do Gabinete de Projetos e Inovação, Vice-Presidente do Conselho Científico
    Interesses de investigação: novos media, media sociais, redes sociais, lusofonia, inclusão digital, literacia mediática e envelhecimento activo.
    Doutorada em Ciências da Comunicação - especialidade em Media Interactivos (UMinho).
    Membro das associações SOPCOM, INSNA, IAMCR, ECREA, ACM, SSRN, CSS.

    [en.] Assistant Professor @ UAL and ISMT. Researcher in Communication Sciences @ CECS - UMinho
    UAL: Scientific Coordinator of the Department of Communication Sciences and Editor-in-chief of UALMedia
    ISMT: Scientific Coordinator of the Degree in Multimedia, Co-coordinator of the Office of Projects and Innovation, Vice-President of the Scientific Council
    Research interests: new media, social media, social networks, lusophony, digital inclusion, media literacy and active ageing.
    PhD in Communication Sciences - Interactive Media (UMinho).
    Member of SOPCOM,INSNA, IAMCR, ECREA, ACM, SSRN, CSS.

    + info [Degóis]

    Book: Interaction Design in the Cyberjournalism Sphere

    email: inesamaral at gmail dot com

Conferences

News [.pt]

    A ESCOLA DE VERÃO DE ANÁLISE DE REDES SOCIAIS é um curso intensivo dedicado a aspectos teóricos e aplicações de análise de redes sociais.
    Todos os fenómenos sociais têm como unidade base a relação, logo o enfoque no ator sem enfoque direto na relação é uma visão limitada dos fenómenos sociais. Sabe-se que o padrão de interações sociais em que estamos inseridos têm consequências importantes para nós, por exemplo no que respeita a nossa capacidade de inovar, de obter apoio social ou informação. Sabe-se também que o padrão de interações de um coletivo tem efeito sobre a dinâmica desse coletivo, por exemplo na difusão de inovações, na mobilização de pessoas, no surgimento de conflitos, etc.
    A análise das redes de um sistema social permite detetar de forma rigorosa e sistemática regularidades sociais (ou padrões de interação): Porque ocorrem? Quais as suas consequências?
    Este curso destina-se a estudantes de 2º e 3º ciclo, investigadores, docentes universitários e quadros de empresas e da administração pública.
    As aulas decorrem no ISEG, Instituto Superior de Economia e Gestão - situado na Rua das Francesinhas, em Lisboa.
    Detalhes de inscrição: - data limite até 31 de Julho de 2015
    Para mais informações contactar escolaveraoars@socius.iseg.ulisboa.pt
    + info